In Marketing Desportivo, Patrocínios desportivos

O marketing desportivo é uma componente crucial para o sucesso de qualquer organização desportiva, quer se trate de um clube profissional, de um evento desportivo ou de um produto relacionado com o desporto. No centro desta estratégia estão os“4 P’s do marketing“: Produto, Preço, Praça e Promoção. Estes elementos trabalham em conjunto para criar um marketing mix eficaz que pode atrair e reter fãs, aumentar as vendas e construir uma marca forte. Neste artigo, vamos explorar em pormenor cada um dos 4P do marketing desportivo.

Visão geral dos 4P do marketing desportivo

O conceito dos 4P é um quadro estabelecido no domínio do marketing, útil para planear e implementar uma estratégia de marketing eficaz. No contexto do desporto, estes elementos assumem uma importância ainda maior, tendo em conta a paixão e a emoção que o envolvem.

O produto diz respeito ao que é oferecido ao consumidor, que pode ser um jogo, um evento ou merchandising. O preço, por outro lado, diz respeito ao montante que os consumidores têm de pagar para aceder ao produto ou serviço oferecido.

A promoção refere-se às técnicas e estratégias utilizadas para aumentar a visibilidade e a atração do produto desportivo. Por último, o lugar, embora não seja especificamente tratado neste artigo, diz respeito à forma como o produto ou serviço é distribuído ao consumidor final.

Compreender estes elementos e a forma como interagem é crucial para qualquer organização que pretenda ter êxito no domínio do marketing desportivo. Vamos agora analisar cada um dos 4 P’s em pormenor.

marketing desportivo 4p

 

Produto: O elemento central do marketing desportivo

O produto no marketing desportivo é o elemento central e essencial em torno do qual gira toda a estratégia. Isto pode incluir uma vasta gama de ofertas, como eventos desportivos, vestuário, equipamento e até experiências inesquecíveis para os adeptos.

Um produto bem definido deve satisfazer as necessidades e expectativas do público-alvo. Por exemplo, a qualidade de um jogo de futebol não se baseia apenas no desempenho dos jogadores, mas também na experiência global do espetador, que inclui factores como a facilidade de acesso ao estádio, o conforto dos lugares sentados e os serviços oferecidos durante o evento.

Para além dos jogos e eventos, o merchandising também desempenha um papel crucial. As equipas e os atletas podem aumentar o seu volume de negócios vendendo produtos como t-shirts, bonés e acessórios com a sua marca.

Por último, as experiências digitais, como os jogos em linha e os conteúdos exclusivos nas plataformas sociais, são cada vez mais uma parte integrante do produto desportivo. Estas experiências oferecem oportunidades adicionais para o envolvimento e a monetização dos fãs.

Preço: Estratégias de avaliação e acessibilidade

Determinar o preço certo para um produto desportivo é um dos desafios mais complexos para os profissionais de marketing. O preço deve refletir o valor percebido do produto, mas também deve ser acessível para atrair uma vasta gama de consumidores.

Uma estratégia de preços eficaz pode incluir diferentes gamas de preços para bilhetes e pacotes VIP, permitindo aos fãs escolher a opção que melhor se adapta ao seu orçamento. Esta abordagem ajuda a maximizar as receitas, oferecendo simultaneamente oportunidades a todos os tipos de espectadores.

Além disso, as promoções e os descontos podem ser utilizados para atrair mais clientes durante os períodos de baixa procura. A oferta de pacotes familiares ou descontos para grupos pode incentivar as pessoas a assistir a eventos desportivos, aumentando assim a base de fãs e a sua lealdade.

A acessibilidade não tem apenas a ver com o preço do bilhete. Os custos associados, como estacionamento, comida e bebida, também devem ser considerados. Tornar estes custos mais acessíveis pode melhorar a experiência global dos espectadores e aumentar a probabilidade de regressarem a eventos futuros.

Promoção: Técnicas para aumentar a visibilidade

A promoção é um elemento-chave do marketing desportivo que visa gerar interesse e sensibilização para o produto desportivo. As técnicas de promoção variam muito, desde a utilização das redes sociais até às campanhas publicitárias tradicionais, como a televisão e a rádio.

Uma estratégia promocional eficaz deve incluir uma combinação destes canais para atingir o público mais vasto possível. As redes sociais, em particular, oferecem uma forma direta e interactiva de envolver os fãs, com conteúdos que vão desde a transmissão em direto até às actualizações em tempo real dos eventos.

Os patrocínios e as parcerias com outras marcas podem aumentar ainda mais a visibilidade. A colaboração com empresas que partilham um público semelhante pode criar oportunidades de co-branding que beneficiam ambas as partes.

Por último, as actividades promocionais não devem limitar-se apenas ao período imediatamente anterior ao evento. As campanhas de marketing contínuas ajudam a manter o interesse elevado ao longo do tempo, construindo uma base de fãs leais e empenhados.

A compreensão e a aplicação eficaz dos 4P do marketing desportivo são essenciais para o sucesso de qualquer entidade no mundo do desporto. Cada elemento – Produto, Preço, Local e Promoção – desempenha um papel significativo na criação de uma experiência completa e satisfatória para os fãs, o que, por sua vez, pode levar a uma maior lealdade e ao crescimento do negócio. Mantendo-se a par das tendências do mercado e adaptando as estratégias de marketing em conformidade, as organizações desportivas podem continuar a prosperar num ambiente altamente competitivo.

4P ou… 5?

quem defenda que no marketing desportivo, ao contrário do marketing tradicional, existem cinco P’s e que o P das relações públicas também deve ser acrescentado à lista acima. De facto, o desporto tem uma capacidade extraordinária para gerar independentemente ressonância mediática devido à sua popularidade, envolvimento emocional com os adeptos e relevância na vida quotidiana das pessoas.

Jornais especializados, canais temáticos, espaços de discussão dedicados, e depois revistas, fóruns, feiras. É criado e desenvolvido um mundo autónomo, muito importante e vasto de relações públicas em torno do desporto, o que faz com que este aspeto não seja insignificante para os profissionais de marketing desportivo de todo o mundo e de todas as disciplinas.

Podemos ajudá-lo a assinar o seu melhor acordo de patrocínio?

Riccardo Tafà
Riccardo Tafà
Riccardo nasceu em Giulianova, licenciou-se em Direito na Universidade de Bolonha e decidiu fazer outra coisa. Depois de uma passagem pelo ISFORP (instituto de formação em relações públicas) em Milão, mudou-se para Inglaterra. Começou a sua carreira em Londres na área das relações públicas, primeiro na MSP Communication e depois na Counsel Limited. Depois, seguindo a sua paixão doentia pelo desporto, mudou-se para a SDC de Jean Paul Libert e começou a trabalhar em veículos de duas e quatro rodas, isto em 1991/1992. Seguiu-se uma breve mudança para o Mónaco, onde trabalhou com o proprietário da Pro COM, uma agência de marketing desportivo fundada por Nelson Piquet. Regressou a Itália e começou a trabalhar na primeira pessoa como RTR, primeiro uma empresa de consultoria e depois uma empresa de marketing desportivo. 
Em 2001, a RTR ganhou o prémio ESCA para o melhor projeto de marketing desportivo em Itália no ano 2000. Entre outras coisas, a RTR obteve a pontuação mais elevada entre todas as categorias e representou a Itália no concurso europeu da ESCA. A partir desse momento, o RTR deixou de participar noutros prémios nacionais ou internacionais. Ao longo dos anos, tem alguma satisfação e engole muitos sapos. Mas continua aqui, a escrever de forma desencantada e simples, com o objetivo de dar conselhos práticos (não solicitados) e motivos de reflexão.
Recent Posts

Leave a Comment

Quais são os 4 P’s do marketing desportivo?, RTR Sports
Quais são os 4 P’s do marketing desportivo?, RTR Sports